Tem o sabor de vários países

Gostoso como vinho (e mais saudável)
06/11/2017
Show all
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Email -- 0 Flares ×

Quando pedimos um café em viagem ao exterior é importante conhecer as  principais origens desse café. Os cinco maiores produtores mundiais são Brasil, Vietnã, Colômbia, Indonésia e México. Mas também existem excelentes cafés em pequenos países.

O café é a segunda cultura de exportação do Vietnã, perdendo apenas para o arroz. Lá, mais de 2,5 milhões de pessoas dependem do produto para a sobrevivência e 46% abaixo da linha de pobreza, onde 70% da área plantada pertence a pequenos produtores, com menos de 10 hectares por família. A cafeicultura desenvolveu-se à base do robusta, que se adaptou bem ao calor e ao clima úmido do país.

A Colômbia tem no café um dos principais motores da sua economia e desenvolvimento social há mais de cem anos. Hoje o país é líder mundial de um produto de excelente qualidade conhecido como cafés lavados suaves. Existem 18 Estados (departamentos) produtores com mais de 2 milhões de pessoas vivendo e dependendo disso. Quase 80% dos cafeicultores são pequenos produtores com microempresas. A maioria das regiões cafeeiras encontra-se em altitudes de 1.200 a 1.700 m com a temperatura oscilando entre 17ºC e 25ºC.

A Associação Nacional dos Cafeicultores da Colômbia criou a marca Café de Colômbia e vem investindo em campanhas de comunicação de marketing há mais de quarenta anos, gastando bilhões de dólares. Conseguiu um estrondoso sucesso e fama mundial ao criar o personagem Juan Valdez, um tradicional camponês, e sua mula Conchita, que viajam pelas linhas americanas sentados lado a lado no avião.

No Brasil, um médico e pesquisador foi ignorado pelo governo brasileiro e pelo setor de agronegócio do café, porque  o Brasil ainda é muito amador no ramo internacional. A Colômbia investe dezenas e vezes mais em campanhas de marketing mundial.

No México existe uma área de 480 mil hectares de cafezais e a produção média anual tem sito de 4 milhões de sacas. A região de Vera Cruz produz em altitudes de 500 a 1.500 m, em solos de boa fertilidade com origem vulcânica. São importantes na cafeicultura mexicana os Estados de Chiapas, Oaxaca e Guerrero. A cafeicultura é feita quase totalmente sob sombra muito fechada. As propriedades são pequenas e grande parte é de café orgânico.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Email -- 0 Flares ×

Os comentários estão encerrados.